Braço Forte

SER BOMBEIRO CIVIL, MAIS QUE UMA CARREIRA, CERTEZA DE ASCENSÃO PROFISSIONAL


O país, viveu inúmeras tragédias e a população vivenciou de perto a dor e o desespero, de pessoas que perderam seus entes queridos. Enfrentamos juntos o terror no edifício Joelma, um incêndio inesquecível! Observamos o pranto das famílias, que perderam seus parentes e amigos com a queda do avião da Tam e entre outras tragédias; sofremos com o incêndio do Shopping de Osasco. Não é nossa intenção relembrar fatos tristes que marcaram nossa história, mas tirar do anonimato a figura indispensável do Bombeiro Civil Profissional, também conhecido como Brigadista Particular, que corajosamente, auxiliou os bombeiros militares sem nenhum mérito ou glória. Em todas as tragédias a população esteve presente para mostrar a sua solidariedade, mas os Brigadistas e/ou Bombeiros Civis, pessoas treinadas em escolas de formação de bombeiros civis, nunca faltaram. Sem serem convocados, sempre estiveram expontaneamente presentes.

Mas onde encontraremos esse herói? Nos Shoppings, Hospitais, nas Indústrias, etc. É exigida por lei a presença do bombeiro civil. Por isso, o mercado de trabalho está se abrindo todos os dias para a contratação de novos bombeiros. O bombeiro profissional civil, é uma instituição pára-militar, organizada com plano de carreira e graduações até ao cargo de Oficial Comandante Civil de Brigada Civil.

Com esta visão, surge em 1997 a BRAÇO FORTE, empresa especializada na formação de Porteiros e Bombeiros Civis, que vem crescendo no seu ramo de atuação. Em especial na área de Bombeiro Civil. A Braço Forte promove constantemente atualização de seus alunos, não só com uma completa carga técnica, mas também trabalha na conscientização do que é ser esse profissional que protege vidas, que as preserva e que ama o que faz.


Carlos Roberto Braçoforte David
Diretor Fundador da Braço Forte
Gestor de Segurança Pública – UNISUL-Brasil
Especializado em Segurança Pública – Barry University-USA.

Última atualização: quinta, 16 janeiro 2014, 21:43